Elas bem que tentaram nos avisar, mas parece que tanto os fãs quanto as pessoas que acompanharam e aguardavam fervorosamente pela estreia do filme Spring Breakers não imaginavam qual seria o resultado do trabalho das ex-Disney Channel, Selena Gomez e Vanessa Hudgens, além da estrela da série Pretty Little Liars, Ashley Benson, da estreante Rachel Korine e o veterano James Franco. Um filme marcado pela ousadia de seu diretor, Harmony Korine, em não temer ao criar cenas audaciosas com uso excessivo de drogas, sexo e até mesmo beijo entre garotas que até ontem interpretavam princesas. E um gangster, personagem de Franco, que ao mesmo tempo em que realiza coisas ilegais, o porte de armas e a rixa com outros traficantes, canta e toca no piano a música Everytime da princesinha do pop, Britney Spears.

O filme relata a história de quatro garotas – interpretadas pelas atrizes citadas acima – que dispostas a sair de férias, quebrar a rotina e conhecer coisas novas, não medem esforços para conseguir dinheiro necessário da viagem. Com destino a Flórida – no sudeste dos Estados Unidos – Candy (personagem de Hudgens), Brit (Benson) e Cotty (Rachel) assaltam uma lanchonete e, enfim, conseguem juntar o quantia que precisam para realizar seu sonho. Em meio à loucura das festas adolescentes onde não há limites, quatro amigas se encontram em uma enrascada ao serem presas e misteriosamente surgir um homem, Alien (Franco), que paga a fiança e as liberta. A partir daí o que seria uma viagem de diversão, torna-se uma dramática tentativa de encontrar o caminho de volta para casa e para sua vida normal. Até alguém virar a vítima.

Com argumento básico e clichê, Korine desperdiça uma oportunidade de ouro com o potencial que a ele foi disponibilizado. Contando com uma ótima produção e atores de qualidade, o diretor poderia ter aproveitado mais o material que lhe foi entregue, usado de uma simples história para criar um filme que coroasse sua genialidade. As cores presentes na fotografia explodem num universo alucinógeno em que o delírio da mistura de álcool, drogas e sexo são em parte excessivos. Curiosamente, a cena que provavelmente mais mostrou qual era o intuito do filme, é a que Alien – o  rapper traficante – presta-se a cantar suavemente Britney Spears, enquanto suas companheiras desfilam, dançam e acompanham a música com armas nas mãos.

O desempenho de cada um dos cinco personagens centrais poderia ter sido melhor, não por falta de talento, mas porque o enredo não permitiu que eles pudessem mostrar seu potencial. Franco, como Alien, faz o papel de um rapper traficante que, na realidade, não impõe respeito algum e simplesmente mostra uma personalidade mimada. Gomez, como Faith, é a que menos aparece e talvez seja a grande decepção, não por incompetência, mas, justamente, por ter recebido pouco espaço para desempenhar seu papel, visto que seu climax foi no instante em que, amedrontada, sua personagem começa a chorar e decide voltar sozinha para casa e, dessa forma, dá adeus a sua participação no filme. A mesma coisa vale para Rachel, a Cotty, que teve seu m deslumbre quando foi atingida por uma bala e por consequência também resolve ir embora. Quanto a Hudgens (Candy) e Benson (Brit), tiveram os papeis mais ousados até então de suas respectivas carreiras. Com ousadia e nenhum pudor, as duas conseguiram realizar aquilo que o diretor mais desejava, surpreender ao público com uma atuação destemida e que mostrasse a sexualidade feminina. Contudo, suas personagens se limitaram a isto.

De fato, um dos objetivos do diretor Korine foi atingido: despertar a curiosidade de um grande público para os mistérios e curiosidades que rondavam em torno de sua produção. Porém, a publicidade que tornou o filme um dos mais aguardados e supervalorizados do ano, não conseguiu fazer o que era mais esperado, criar uma história boa com um filme espetacular.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s